THOMAZ GOMES LIMA FREIRE – A SENDA DE UM MÉDICO ASSEMBLEIANO

 Por André Silva *

Sem dúvida nenhuma todos nós conhecemos ou já ouvimos falar de Lucas, o médico amado, que o apóstolo Paulo assim o identificou na carta aos Colossenses (1.1). Lucas respondeu ao seu chamado missionário e sabe-se somente que ele era um médico de profissão e colaborador do apóstolo, inclusive o acompanhou em muitas ocasiões. Foi o autor do terceiro Evangelho, do livro de Atos no Novo Testamento. Era uma pessoa muito culta (Cl 4.14) que trabalhava como cuidador de humanos e de almas.


Assim como Lucas, muitos foram os que ousaram uma vida em prol do próximo, no qual podemos refletir sobre a vida e a trajetória de Thomaz Gomes Lima Freire, nascido em uma família humilde em 23 de junho do ano de 1927, teve uma infância e adolescência simples e feliz e aos 17 anos ingressou na Força Aérea Brasileira como soldado. O início da trajetória de sua vida cristã foi a conversão aos 25 anos, quando aceitou Jesus no antigo templo da Assembleia de Deus em Bangu, onde também contraiu núpcias com Juaracy de Souza Freire, intimamente chamada como irmã “Mariazinha”, e teve os descendentes: Daniel Gomes de Lima Freire; profícuo policial civil do Estado do Rio de Janeiro e pastor, Raquel Gomes de Lima Narciso, Joel Gomes de Lima Freire (em memória), Ismael Gomes de Lima Freire e Samuel Gomes de Lima Freire.


Testemunhando as maravilhas de Deus em sua vida e esforçadamente fez carreira para alcançar a graduação de suboficial do Quadro de Enfermeiros. Ao passar para reserva com o término do seu tempo de serviço, tinha o sonho de cursar medicina. Até porque antigamente era comum, dentro de certos círculos quando o prosseguimento dos estudos não era bem visto por “alguns irmãos”, apenas pelo fato do medo de incorrer no pecado da vaidade. E através de suas orações, que a resposta de Deus veio em profecia pelo pastor Maurício Celestino da Silva, confirmando acerca da vontade de se graduar. 


Thomaz foi incansável trabalhando na Assembleia de Deus em Bangu, e um homem incansável no Reino de Deus, foi separado a obreiro em 21/10/1963. Com seu dinamismo, logo se destacou a ser ascendido à diácono em 02/05/1965, à presbítero em 04/05/1969, época em que os obreiros era designados a serem consagrados na festividade da Assembleia de Deus em Madureira, tendo o privilégio de ser consagrado pelas mãos do pastor Paulo Leivas Macalão. E na convenção nacional de Madureira foi ordenado à Evangelista em 01/05/1983, e a Pastor em 05/05/1996.



Thomaz na formatura em Medicina


De maneira maravilhosa como o Senhor Deus demonstrou a aprovação do seu desejo, Thomaz optou por cursar Medicina pela UFF (Universidade Federal Fluminense) e foi aprovado no vestibular e iniciou o curso de Medicina na Faculdade de Vassouras, na região sul do estado do Rio de Janeiro. Dividia a parte do seu tempo entre uma quádrupla jornada (esposo, pai, estudante e obreiro), algo que demandava muito tempo, foco e determinação, mas nada que impedisse o infatigável Thomaz com a ajuda de Deus alcançando o objetivo de se formar em medicina em 1977 aos 50 anos de idade.


Fez residência médica no antigo Hospital General do Nascimento Vargas, na época, subordinado ao IAPETEC (Instituto de Aposentadoria e Pensão dos Empregados em Transportes e Cargas), hoje mais conhecido como o Hospital Geral de Bonsucesso (HGB), clinicando também no Serviço de Assistência Social Evangélico (SASE), no Hospital Hospital Padre Olivério Kraemer, hoje Hospital Municipal Albert Schweitzer, Realengo, Rio de Janeiro. Com um vastíssimo e invejável currículo profissional, foi admitido através de concurso na Prefeitura da cidade do Rio de Janeiro, trabalhou doze anos como diretor de vários Postos de Saúde e através de uma atuação determinante, fundou vários deles na Zona Oeste Carioca, enquanto também, clinicou como Clínico Geral e Geriatra na rede de saúde municipal e clínicas particulares. 


E mais uma vez, ao encerrar sua carreira no serviço público, em 1999, o incansável Dr. Thomaz continuou exercendo o atendimento médico em várias clínicas do município do Rio de Janeiro. Dr. Thomaz amava muito servir a igreja que viu crescer e se fortalecer durante mais de 50 anos de crente em Jesus. Até surgiu a idéia de implantar o Departamento Médico Social na Assembleia de Deus em Bangu. Ainda quando pertencia a Assembleia de Deus em Santíssimo; vinculada à igreja em Bangu, soube que na sede da igreja havia criado um sistema de plano de saúde pago, onde os membros eram atendidos. Mas devido as insuficiências de recursos financeiros e com o processo fechamento, sugeriu a presidência da igreja que implantasse um consultório médico para atendimento gratuito dos membros do campo e os mais carentes da comunidade local. 



Thomaz e sua esposa Juaracy de Souza Freire


Foi no dia 12 de novembro de 2003 que o Departamento Médico Social notificou a todo o campo, que naquele momento estava abrindo com oração a solenidade das instalações deste novo Departamento e o pastor e médico Thomás, foi apresentado como o diretor do serviço médico. Atendendo as segundas-feiras Clínica Geral e as sextas-feiras Clínica Geral e Ginecologia, ambos no horário da 09:00 às 12 horas. Com uma equipe de profissionais com mais uma médica e três enfermeiros todos voluntários sem nenhuma remuneração na tarefa de ajudar ao próximo.


O sistema de atendimento clínico seguia de acordo com um encaminhamento através dos dirigentes de congregações, trazendo uma ficha apresentando os membros e principalmente os necessitados que não conseguiram atendimento no sistema público de saúde. Os atendimentos no ambulatório médico seguiram desde consultas simples, a direcionamentos de exames laboratoriais de baixo custo, até o custeio quando o paciente não tinha condições financeiras de arcar com despesa dos exames. Para atender a demanda, foi criado um serviço de encaminhamento para especialidade hospitalares da rede pública, urgência e internações devido a sua notoriedade no serviço público de saúde na cidade do Rio de Janeiro.


Nos cultos e nas festividades o ambulatório passou atender em plantão pequenos quadros de emergência para eventos de muita movimentação, prestando atendimentos até com um veículo à disposição para os pronto-socorro de urgência, com um enfermeiro de plantão para atendimento dos necessitados.


Na festividade da Assembleia de Deus em Bangu, em 5 de setembro de 2005, foi agraciado juntamente com outros veteranos com 50 anos de membro, que nunca se afastaram da presença de Jesus, recebendo um Diploma Honorífico.


O pastor e médico Tomaz Gomes, viúvo, casou-se segundas núpcias na Assembleia de Deus em Bangu, no dia 11 de novembro de 2006, com Marly Rodrigues Silva. Continuou um grande período de atendimento gratuitamente aos membros da igreja todas as segundas-feiras no consultório nas dependências da igreja. 


Thomaz Gomes Lima Freire – o médico amado, faleceu no dia 5 de setembro de 2015, no Hospital Central da Aeronáutica. O corpo foi velado na sede do antigo templo da Assembleia de Deus em Bangu, a Rua Ribeiro de Andrade, nº 65, de onde saiu o cortejo rumo ao cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap. Thomas escreveu a sua série de livros chamados o “cuidar de vidas”. Livros que não foram escritos por textos, mas permitiu leituras na vida de pessoas influenciadas por esse médico amado.


* ANDRÉ SILVA foi membro da AD Bangu, RJ e ministro do Evangelho pela CONAMAD. Historiador e pesquisador da História do Ministério de Madureira. Autor do livro História da Assembleia de Deus em Bangu. Colaborador com o material histórico da Bíblia do Centenário das Assembleias de Deus e livro histórico do Cinquentenário da CONEMAD-RJ, ambos lançados pela Editora Betel.


Dados e fotos fornecidos pelo Daniel Gomes de Lima Freire (1)


(1) progênie do biografado; pastor auxiliar da AD Bangu (RJ); conceituado comissário de polícia civil do Estado do Rio de Janeiro - http://www.professordanielgomes.com/

Comentários

  1. Tive a felicidade de como jovem na AD Bangú, conhecer o Pastor Dr Thomaz!

    ResponderExcluir
  2. Muito Lindo a história de vida desse pastor dedicou sua vida aos menos favorecidos e foi p gloria

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O caso Jimmy Swaggart - 30 anos depois

Flagrantes da cerimônia de diplomação dos novos bispos em Madureira

Assembleia de Deus e a divisão em Pernambuco (continuação)