Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2020

IADJ - novos rumos ou extinção de uma igreja?

Imagem
Durante quatro décadas, o Pastor Gilberto Malafaia foi líder da Igreja Evangélica Assembleia de Deus (IADJ), na região da Taquara, na época, um sub-bairro em Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio de Janeiro.  No dia 15 de novembro de 1996, a IADJ inaugurou seu grande templo com amplo auditório para realização dos cultos e salas bem estruturadas para os departamentos de ensino. Uma obra, que durou mais de uma década para ser concluída. Esforço e ânimo dos líderes e membros não faltaram em todo o período da construção.  Ainda na década de 1990, um dos filhos do Pastor Gilberto Malafaia, Silas, já era um pregador muito conhecido no Rio de Janeiro. Com seu estilo direto, questionador e não-legalista, o caçula dos Malafaia ascendeu no ministério através do sogro, o Pastor José Santos da AD na Penha, a mesma igreja onde Gilberto congregava antes de sair para fundar a IADJ. Na AD na Penha, Silas chegou ao posto de vice-presidente.  Paralelamente, Malafaia ganhou visibilidade através do seu programa

Perfil do Bispo Daniel Malafaia

Imagem
Por Pr. André Silva  Daniel Fonseca Malafaia, nasceu em 28 de dezembro de 1950, teve a felicidade de nascer em um lar evangélico. Seus pais, pastor Carlos Malafaia e Marina Fonseca Malafaia, souberam o conduzir o filho a uma profunda comunhão e temor a Deus.  O menino Daniel foi apresentado ao Senhor, pelo saudoso pastor Paulo Leivas Macalão, fundador do Ministério de Madureira. Desde cedo, envolveu-se com a igreja do Senhor Jesus Cristo, principalmente na área musical, fazendo parte, também, da diretoria da Mocidade da Assembleia de Deus em Campo Grande, Rio de Janeiro.  Em 1974, transferiu-se para Brasília, DF, sendo muito abençoado por Deus em todas as áreas de sua vida. Foi professor da Escola Bíblica Dominical, Secretário, e, durante nove anos, líder da Mocidade. Na capital da República, casou-se com a jovem Jemina de Araújo Malafaia e, dessa união, nasceram-lhes quatro filhos: Alessandro, Daniel, Fábio e Samuel, todos envolvidos na obra do Senhor.  Em Brasília, sua carreira mini

A AD em Jacarepaguá - síntese histórica

Imagem
A Igreja Assembleia de Deus em Jacarepaguá - IADJ nasceu na década de 1970, no auge da Ditadura Militar e cresceu velozmente em plena reabertura política no Brasil. Sua consolidação veio nos tempos áureos de implantação do Plano Real e da estabilidade econômica. Entre tantos ministérios assembleianos, a IADJ era uma igreja referência na educação cristã. Seu início ocorreu em 1973, quando o Pastor Gilberto Malafaia foi procurado por alguns crentes metodistas insatisfeitos com a igreja onde congregavam. A proposta original do grupo era começar, de imediato, um novo trabalho em Jacarepaguá, bairro da Zona Oeste do Rio de Janeiro.  Na época, Malafaia frequentava com a sua família a AD na Penha, Zona Norte da cidade. Experiente, orientou os metodistas descontentes a pedirem cartas de transferências e se integrarem na igreja do tradicional bairro carioca. A proposta de abertura de uma congregação somente seria acertada depois da aceitação dos metodistas na Penha.  Vencida a primeira etapa, o