Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2020

Revisitando as Convenções Gerais: 1999 - A CGADB da liminar

Imagem
"São teus inimigos todos aqueles que se sentem ofendidos pelo fato de ocupares o principado; e também não podes conservar como amigos aqueles que te puseram ali, pois estes não podem ser satisfeitos como pensam."   Nicolau Maquiavel, O príncipe, capítulo III Certamente, a CGADB, realizada no Palácio de Convenções do Anhembi, na cidade de São Paulo/SP, entre os dias 11 e 15 de janeiro de 1999, foi a mais polêmica da década que se encerrava. Cyro Mello, colunista do Mensageiro da Paz, chamou-a de "Convenção da liminar", onde os "discursos e assuntos discutidos ficaram 95% só para quem entendessem de leis". As liminares (ordem judicial provisória que analisa um pedido urgente) foram a parte visível e pública das intensas disputas de bastidores pelo controle da CGADB.  No Anhembi, em 1999, o pastor José Wellington da Costa disputou novamente a presidência da CGADB com o pastor Túlio Barros Ferreira, da AD em São Cristóvão/RJ. Na Convenção Geral em Belo Horizon

Revisitando as Convenções Gerais - de 1987 a 1997

Imagem
Está confirmado: na 45ª Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB) prevista para abril de 2021, em Cuiabá, Mato Grosso, o pastor José Wellington da Costa Júnior será reconduzido à presidência da instituição, por aclamação. A chapa do atual presidente da CGADB foi a única inscrita no prazo legal. Como não surgiram concorrentes, a aclamação será inevitável. Desde que o pai do pastor Wellington Júnior chegou ao poder na CGADB, em maio de 1988, já se realizaram 14 Convenções Gerais, sempre com vitória do grupo comandado pelo líder da AD do Ministério de Belém em São Paulo. Portanto, se confirmada a aclamação e posse do pastor Duéliton, serão mais de três décadas de continuidade na CGADB e controle da Casa Publicadora das Assembleias de Deus (CPAD), empresa que reforça a linha doutrinária e política do status quo dominante.  Para melhor compreender a permanência do  establishment , é importante, ainda que de forma sucinta, revisitar as convenções anteriores e perceber as tra