Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2019

A Ceia do Senhor nas Assembleias de Deus - o uso do cálice

Imagem
"Enquanto comiam, Jesus tomou o pão e, abençoando-o, o partiu e o deu aos discípulos, dizendo: Tomai, comei; isto é o meu corpo. Tomando o cálice, rendeu graças e deu-lho, dizendo: Bebei dele todos" (Mateus 26:26,27). Nos primórdios a celebração da Ceia do Senhor nas ADs era realizada com um ou mais obreiros partindo o pão e servindo o fruto da videira em cálices coletivos. Interpretava-se literalmente as palavras de Cristo na última ceia: "bebei dele todos".  Assim, portanto, todos os participantes do ato litúrgico deveriam tomar do fruto da videira na mesma taça ou cálice. Porém, em 1931, a AD em Belém do Pará acatou as orientações do dr. Amilcar Carvalho da Silva, médico e membro da igreja para a substituição do cálice comum por cálices individuais. O objetivo era evitar a transmissão de doenças contagiosas muito frequentes na cidade por aqueles dias. É provável, que de imediato a decisão tenha gerado muitas controvérsias, porque era descumprimento da o

Ministério de Perus em São Paulo - origem e expansão

Imagem
No ano de 1989, o pastor Benjamim Felipe Rodrigues, então líder da Assembleia de Deus - Ministério de Perus, em São Paulo - ficou conhecido nacionalmente por estar no centro das discussões entre a Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB) e a Convenção Nacional dos Ministros Evangélicos das Assembleias de Deus em Madureira e Igrejas Filiadas (CNMEADMIF). Na época, o pastor Benjamim foi descredenciado pela Mesa Diretora da CGADB, contudo, o Ministério de Madureira resolveu "hipotecar solidariedade" ao aliado, ignorando as determinações da Convenção Geral. Tudo isso dentro de um contexto controverso - como se verá em outra postagem - envolvendo a chamada "jurisdição eclesiástica" e a disputa de poder dentro da própria CGADB. Localizado na região noroeste da cidade de São Paulo e isolado por um cinturão verde, o distrito de Perus teve na instalação da sua estrada de ferro em 1914, e da Fábrica da Companhia de Cimento Portland Perus em 1926, os