sábado, 26 de abril de 2014

Assembleia de Deus em Manaus: divisão e polêmicas

A Assembleia de Deus no Amazonas é uma das mais tradicionais denominações pentecostais no Norte do Brasil. Fruto do trabalho dos missionários suecos e obreiros nativos, a AD nessa região foi pastoreada por destacados líderes assembleianos como Samuel Nyström, José Menezes, Francisco Pereira do Nascimento, Otoniel Alves de Alencar, José de Souza Reis e Alcebíades Pereira Vasconcelos.

Sede da IEADAM: pioneiros no AM
Uma obra pentecostal fundada em 1918. Tradicional, respeitada e, pela lista de líderes que por ali passaram, muito bem doutrinada; a AD nessa região, porém se viu dividida em duas vertentes no ano de 2000, terminando o século XX, para desgosto de muitos fieis e mácula da sua história cindida em ministérios opostos. Mas quais as razões para que essa divisão acontecesse?

A resposta é complexa, e envolve muitos fatores, mas a razão principal, o "pomo da discórdia", foi a adesão da AD em Manaus liderada por Jonatas Câmara (líder também da Convenção Estadual), a novos métodos de trabalho, identificados por muitos oposicionistas como a incorporação da igreja ao polêmico modelo celular chamado de G12, eufemisticamente chamado de "Nova Visão".

Nesse trabalho celular, os membros da igreja participam dos chamados "Encontros". Essas reuniões - que, diga-se de passagem, se tornaram uma febre em muitas igrejas pentecostais - proporcionava (ou proporciona) aos crentes formas inusitadas de ministrações bíblicas e confissões de pecados.

A mudança brusca de métodos, com a imposição vinda da cúpula para que todos os líderes participassem compulsoriamente dos "Encontros", sob pena de não terem mais espaço nos trabalhos eclesiásticos, gerou fortes dissenções. Dirigentes de congregações perderam seus cargos, e obreiros foram ameaçados de não serem sequer separados ao diaconato, caso não se envolvessem nos eventos. Tudo isso, sem dúvida, gerou uma forte celeuma no ministério regional.

Alguns pastores que se recusaram ao novo modelo proposto, como o pastor Edson Alves (2º vice-presidente da AD em Manaus), Eli Carvalho (pastor auxiliar em Manaus), e pastor Jessé Leandro (pastor-presidente da AD em Manacapuru e 2º vice-presidente da Convenção Estadual) foram gradativamente excluídos dos trabalhos.

Templo sede da IADTAM : trabalho aberto em 2000
Reunidos, esses obreiros no dia 14 de Outubro de 2000, na rua Costa e Silva, em Manaus, em um galpão alugado, iniciaram oficialmente a Assembleia de Deus Tradicional, congregando todos os membros insatisfeitos com os novos rumos da denominação. Presidida em Manaus pelo experiente pastor Edson Alves, e no Estado pelo pastor Jessé Leandro, o novo ministério recebeu após 5 meses de fundação Gedeão Grangeiro Fernandes de Menezes, outro líder de projeção na AD local.

A partir dessa data então, a AD foi dividida e reconhecida por siglas diferentes: Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Manaus (IEADAM), filiada a Convenção Estadual da Assembleia de Deus no Amazonas (CEADAM) lideradas por Jonatas Câmara (irmão de Samuel Câmara da AD em Belém - Pará) e a Igreja Assembleia de Deus Tradicional (IADTAM), ligada a Convenção Estadual da Assembleia de Deus Tradicional (CEADTAM) essas por sua vez orientadas atualmente pelo pastor Gedeão Menezes.

Anos depois, no dia 15 de Abril de 2011, na AGO da CGADB em Cuiabá (MT), a CEADTAM foi reconhecida pela Convenção Nacional, e segundo o site oficial da AD Tradicional, esse reconhecimento se deu "inclusive com a anuência da CEADAM, através de seu Presidente, pastor Jonatas Câmara. Em 07 de janeiro de 2012, foram aclamados como Presidentes Eméritos, os pastores Jessé Leandro da Silva e Edson Alves da Silva".

Mas essa história, e as complexas relações desses ministérios com a CGADB, e as polêmicas sobre o método G12 nas ADs não terminam nessa postagem. Há contradições em todo esse processo de fragmentação, a qual expõe variados interesses. Assuntos para outros momentos...

Fontes:


ARAÚJO, Isael de. Dicionário do Movimento Pentecostal. Rio de Janeiro: CPAD, 2007.


http://ceadtam.com.br/?var=historia (acesso 26/04/2014)

37 comentários:

  1. Aguardo ansiosamente pelo próximo post. Sei que vem bom material por aí...

    ResponderExcluir
  2. O mais incrível é que a igreja do Amazonas não foi punida por sua opção pelo G12.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Punida pq? Não ha motivos.. Isso não é um sacrilégio é um método de evangelização.

      Excluir
  3. E por que deveria ser punida? Não vejo motivos..

    ResponderExcluir
  4. Anônimo,leia um pouco mais a bíblia e veja as práticas de regressão, cura interior e todo Blah, blah, que foram implantados goela abaixo dos membros. Quiçá vc entenda porque então eles deveriam ser banidos sumariamente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo contrário.. Não houve regressão.. E igreja avançou muito e continua.

      Excluir
    2. Esse outro não entendeu o quis dizer com "regressão". Não é a regressão da igreja em números de membros, amigo, é um método de cura interior usada pelo G12 e muito usada pelos seus adeptos. Na Argentina, onde trabalho, é comum o uso de forma de cura. Isso é contrario aos ensinos bíblicos.

      Excluir
  5. Achei-o texto muito esclarecer, independente de quem está com a razão, obrigado!

    ResponderExcluir
  6. Se COMPROVADAMENTE a IEADAM adotou práticas "gêdozistas", tinha que ser punida SIM. Se isso ocorreu e a CGADB não puniu ? Com respeito, a CGADB errou.

    ResponderExcluir
  7. Em Manaus na AD ou em Santarém (na igreja da Paz) não é G12. Não tem nada a ver G12 com o modelo de IGREJA COM CÉLULA, que funciona, diga-se muito bem na igreja de Manaus, como em Santarém. Outros campos assembleianos, como por exemplo, Colombo no Parana, estão experimentando um crescimento exponencial. Sugiro participar de uma célula e de um Encontro com Deus, para ver que não tem nada de místico, como se propaga. No encontro com Deus, se prega a mensagem de Jacó, ou seja, chegou em Peniel Jacó e saiu transformado em Israel. O Encontro com Deus serve para isso, transformar vidas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Conte pra nós o que acontece nesse "encontro com Deus" de Santarém! Pq aqui no Amazonas é proibido contar o que acontece ou aconteceu. Se é algo tão inocente, mas poderoso, deveria ser divulgado e não escondido.
      E aí, vai dizer que não é G12, é só igreja em células?

      Excluir
    2. Falamos o que vimos e ouvimos. Apenas. O modelo de crescimento e as células em casa, eu acho super válido. Mas as práticas "estranhas" que ocorrem durante o Encontro (e eu sei porque já ouvi muitas histórias de quem já foi e foi corajoso pra contar rs) não dá pra defender! Se na sua igreja é apenas um retiro espiritual produtivo e edificante, amém! Continuem assim.

      Excluir
    3. Tudo esquemá do diabo, e o pir que estão cegando os escolhidos .
      dou graças a Deus por me ter tirado desse meio de heresia

      Excluir
  8. Acontece que as praticas implantadas neste movimento não são condizentes com a Biblia Sagrada, a Palavra de Deus., ou seja estamos diante de aberracoes doutrinarias.

    ResponderExcluir
  9. As praticas realizadas no Encontro com Deus em Manaus são aberracoes doutrinarias, nao condizentes com a Palavra de Deus, ou seja, não tem base biblica.

    ResponderExcluir
  10. Tudo que for feito na Obra de Deus precisa primeiramente de Oração, Direção de Deus e Base teológica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo esquema do diabo varão, sai desse meio, louvo a Deus por ter me dado o dispertameņto

      Excluir
    2. Tudo esquema do diabo varão, sai desse meio, louvo a Deus por ter me dado o dispertameņto

      Excluir
  11. Vamos aos fatos: O G12 faz Pré-encontro, Encontro e Reencontro; A IEADAM faz Pré-encontro, Encontro e Reencontro. A base do G12 são as células; a base da IEADAM sao as células; O mentor do G12 é Cezar Castellanos (líder do Ministério Carismático Internacional- Colombia); o pr. Jonatas Camara e sua equipe participaram do Encontro no Ministério Carismático Internacional- Colombia; O G12 pratica danças cúlticas; a IEADAM pratica danças cúlticas. NO G12 as mulheres de pastores são pastoras; Na IEADAM as mulheres se pastores são pastoras; etc. Então a IEADAM não é G12?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu sei o que e G12 vcs sabem o que e um G12 nada mais que 12 pessoas ganhas e cuidadas por um lider

      Excluir
    2. Prá que a IEADAM adotou um modelo gedozista ? Se queimou no Brasil inteiro.

      Excluir
  12. Estava procurando um m resposta para o assunto, baseada na informação sobre o caso da Ad do amazonas.
    A cerca de 2 meses estamos sendo pastoreados pr um ator advindo de manaus. Bem , o assunto é grave e polemico, porque A asembleia de Deus sem o re refutou e criticou o modelo G12.Podem por o nome que quserem para disfarçar, mas é G12 com sua praticas boas e outras tantas maleficas. O problema nao é o modelo, ele é bom, pois se trata de discipulado. (Esse é o que está sendo implantado aqui) mas, e as heresias que Vem imbutidas? Ex:os pastores e se tao debaixo da cobertura espiritual de um outro casal de pastores do amazonas.

    ResponderExcluir
  13. Irmãosem Cristo Jesus.
    Eu estou procurando um Missionário Assembléias de Deus, irmao FRANCISCO CICERO MIRANDA origem Natal.
    Eu gostaria de saber onde mora, o seu telefone ou e-mail. contacto: Jose L Ibarra kbmtrading@gmail.com
    Eu serei muito grato .
    cordialmente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Irmão se ainda tiver interesse de falar com p pr Miranda entra no saite da Ad em Mossoró Rn. La tem e ele e pastor nessa regiao

      Excluir
  14. NO PUBLICAR
    HNOS
    NÃO SE PREOCUPE
    ​Eu tenho todas as informações
    HNO . FRANCISCO MIRANDA
    IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLEIA DE DEUS EM MOSSORÓ – IEADEM
    OBRIGADO

    ResponderExcluir
  15. A IEADTAM agradece pelo texto maravilhoso e esclarecedor vindo do amado irmão...Iremos continuar pregando e vivendo o evangelho genuíno.
    Que Deus continue te abencoando.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Evangelho genuíno ? E a sã doutrina bíblica e os bons costumes ? E as práticas gedozistas ? E porque não utilizam as revistas da CPAD ai na IEADAM e nem na AD/Belém-PA ? E ainda querem assumir a liderança e Diretoria da CGADB ? Estou lutando com milhões de crentes AD's pra que isso jamais aconteça.

      Excluir
    2. A Assembleia de Deus usa as revistas da CPAD, quem não usa é a IEADAM. Não se informa direito e fala besteira.
      Não usamos pq não fomos obrigados!!!

      Excluir
  16. Venho por meio desta, solicitar oração pela jovem Ivete, para que ela venha entregar sua vida ao Senhor Jesus, muito obrigado e que Deus abençoe a todos.

    Edmilson Maranhão

    ResponderExcluir
  17. Oi queria saber se existe ai em Manaus o pastor claudemir

    ResponderExcluir
  18. Participei de todo o movimento na época e afirmo que na fragmentação não houve nenhum vestígio de interesse. Houve sim, um forte repúdio ao G12, movimento herético introduzido pelo Pr Jonatas. Na época a CGADB preferiu ser omissa e hoje a IEADAM é uma AD descaracterizada das demais AD do Brasil

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quantas almas tem sido ganhas pelas demais AD no Brasil?
      Bom, aqui no Amazonas usamos a Bíblia e temos crescido em graça e conhecimento!

      Excluir
  19. Gostaria de saber se alguém Tem livros ou artigos que falem sobre pastores que presidiram na Assembléia de Deus em Santarém, desde o último até o atual é para trabalho do IETADES. (Raimunda o meu nome_Telefone 9981270279)pode mandar por watsapp. Obrigada.

    ResponderExcluir
  20. O apóstolo Paulo em uma das suas mensagens relatando suas doutrinas, ele, fala que o que ensinou provinha do Senhor;(1coritios 11.23). Esperamos pois que todos os métodos de evangelização e ensinamentos que estão se espalhando no seio da igreja nesses últimos tempos provenha da divina revelação de Deus; para

    não venhamos à nos submeter a doutrinas humanas carnais.

    ResponderExcluir