O Serviço Nacional de Inteligência - SNI e o Mensageiro da Paz

O Serviço Nacional de Informações (SNI) foi criado em junho de 1964 com o objetivo de supervisionar e coordenar as atividades de informações e contrainformações no Brasil e  no exterior funcionando como um órgão de espionagem do Regime Militar (1964 - 1985). 

Segundo o site Memorial da Democracia, O SNI monitorou atividades dos brasileiros dentro e fora do país. Em pouco tempo, o SNI tornou-se uma vasta teia de espionagem, intrigas políticas e negócios ilegais, a ponto de se atribuir ao general Golbery a frase "Criamos um monstro", quando o regime militar estava nos seus estertores.

Para os leitores e pesquisadores segue um exemplo de como o SNI monitorava até os evangélicos, que no geral apoiavam os militares. O documento sigiloso revela as analises feitas pelos arapongas do "insuspeito" Mensageiro da Paz no ano de 1985. 

 

Fonte: Arquivo Nacional

Comentários

  1. Só agora estou sabendo que fui "arapongado".

    ResponderExcluir
  2. Nesse ano, 1985, eu estava entrando na imprensa como jornalista. Dez anos depois, 1995, eu estava entrando no CPAD comi revisor de livros.

    ResponderExcluir
  3. É flagrante a preocupação com os dízimos e patrimônios da igreja. Graças a Deus que a democracia chegou.Crentes incautos que elogiam o regime militar não estariam tão saudáveis se eles continuassem a governar o Brasil.

    ResponderExcluir
  4. Ronaldo Jesus Alves6 de abril de 2021 16:35

    Geremias, não sabia que você era considerado um "subversivo", rsrsrs.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

IADJ - novos rumos ou extinção de uma igreja?

O caso Jimmy Swaggart - 30 anos depois

A recontagem dos votos na CGADB de 1983