Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2015

Onde a luta se travar

Imagem
Defendida em julho de 2015, a tese de doutorado Onde a luta se travar: a expansão das Assembleias de Deus no Brasil urbano (1946-1980), do historiador e professor Maxwell Pinheiro Fajardo é uma pesquisa intensa e criteriosa sobre a maior denominação pentecostal no Brasil. Igreja onde o autor é membro e obreiro na região de Perus em São Paulo.

Partindo de algumas reflexões do período do mestrado, que versava sobre as relações entre pentecostalismo e periferia urbana, Maxweel, sob a orientação do Prof. Dr. Milton Carlos Costa da Universidade Estadual Paulista (UNESP), iniciou o desafio de pesquisar (mesmo com bibliografia escassa) e entender as razões do crescimento das ADs.
Maxwell aponta que nos círculos acadêmicos, os pentecostais começaram a ser alvo de estudos a partir da década de 60, e as teorias apontavam para o fato das igrejas pentecostais crescerem "à medida que ofereciam respostas adequadas" as necessidades de ajustamento social do migrantes, os quais, vindos das áre…

Geremias do Couto - testemunha ocular da História

Imagem
Parafraseando o slogan de um extinto noticiário televisivo, Geremias do Couto é "testemunha ocular da história". Seus artigos no conhecidíssimo blog Uma Voz Que Não Se Cala é de uma repercussão enorme nas redes sociais. Afinal, pastor Couto analisa e critica um mundo que conhece como poucos: o establishment assembleiano.
Nascido em berço evangélico, seu pai Joaquim do Couto foi pastor da Assembleia de Deus em Teresópolis por mais de 40 anos. Ainda moço ingressou no Instituto Bíblico de Pindamonhangaba e começou a atuar na igreja dirigida por seu genitor. Colaborou na Cruzada Bernhard Johnson e em 1977 começou a trabalhar na CPAD, de onde saiu para o campo missionário nos EUA.
De retorno ao Brasil em 1982, volta a trabalhar na CPAD, onde atuou como chefe do Departamento de Jornalismo e gerente de Publicações. Participou intensamente de projetos internos da publicadora e da cobertura jornalística de algumas Convenções Gerais. Essa condição de jornalista da CPAD, o fez observador…

A memorável apresentação do Coral e Orquestra Avivamento

Imagem
A II Convenção Regional das Assembleias de Deus do Distrito Federal ocorrida entre os dias 17 a 21 de julho de 1966, foi sem dúvida memorável. Fruto de um acordo entre os líderes dos Ministérios representados na "Capital da Esperança", o conclave procurava de alguma forma unir os trabalhos das ADs no centro político do país.
Para presidir a Mesa Diretora foi eleito Paulo Leivas Macalão tendo o pastor Armando Chaves Cohen como vice. Segundo matéria do Mensageiro da Paz, assuntos "do maior interesse" das ADs em Brasília "estiveram em pauta". Entre eles a Conferência Mundial Pentecostal, a qual seria realizada na cidade do Rio de Janeiro em 1967.
Para abrilhantar o evento, Paulo Macalão trouxe do Rio de Janeiro, o Coral e Orquestra Avivamento. Antes de se apresentar na igreja, o coral e a orquestra juntamente com alguns obreiros compareceu na extinta TV Nacional no domingo dia 17, onde "apresentou vários hinos de louvor a Deus" regido sempre com muit…